Tipos de medidores de vazão

medidores-de-vazao

Medidores de vazão

É possível encontrarmos diferentes opções de medidores de vazão no mercado. Além disso, diferentes princípios de medição podem ser aplicados no mesmo ponto de medição.



Cada princípio de medição ou modelo de medidor sempre apresenta pontos positivos e negativos.

Por isso, é necessário o dimensionamento dos medidores dentro das informações de processo para ajudar na escolha do melhor princípio de medição.

Ferramentas de dimensionamento

Muitos fabricantes oferecem suas ferramentas de dimensionamento online. Algumas dessas ferramentas podem ser utilizadas online, sem a necessidade de download. #ficaadica 😉

Mesmo que você não saiba o tipo de modelo adequado para a aplicação, o software é capaz de sugerir os princípios de medição mais indicados através das informaçōes do seu processo.

Com isso, você pode visualizar o prós e contras de cada medidor, tomando sua decisão baseada em performance e baixa queda de pressão.

Tipos de medidores de vazão

Normalmente os fabricantes ajudam os seus clientes no dimensionamento do medidor mais adequado para cada aplicaçāo. Em algumas situações, mesmo tendo a folha de dados com determinado princípio de medição, os fabricantes acabam sugerindo um tipo diferente de medidor.

Isso acontece pois as vezes, um medidor com melhor custo X benefício pode atender a aplicação com uma precisão similar e performance dentro do esperado.

Confira uma lista com os principais tipos de medidores de vazão do mercado, comentando suas características, pontos positivos e negativos. #dicaimportante

Medidor de vazão magnético

O medidor de vazão magnético ou eletromagnético oferece um excelente custo benefício com uma precisão padrão de +/- 0.5% e em casos especiais de até +/-0.2%.

O magnético é um medidor volumétrico aplicado apenas a líquidos. No entanto, em algumas aplicações especiais, é possível fazer medição de massa.

Como característica do seu princípio de medição, ele só pode ser aplicado em produtos condutores, normalmente com o mínimo de 5 µS/cm. Além de requerer um excelente aterramento, o medidor também é capaz de fazer a medição de diversos produtos como água, ácidos, polpa, etc.

Os medidores de vazão magnético requerem trecho reto na jusante e montante, mas alguns fabricantes já garantem o funcionamento dos medidores sem trecho reto. No entanto, vale ressaltar que o erro do medidor será maior do que o dimensionado.

Por conta disto, o ideal é instalar o medidor com trecho reto adequado.

O revestimento do medidor está sempre em contato com produto, requerendo um material adequado.

Estas são algumas das característica dos medidores de vazão magnéticos, mas falaremos mais deles em outros artigos.

Medidor de vazão tipo Vortex

Os medidores de vazão tipo Vortex podem medir gás, vapor e líquidos. No geral, o medidor realiza medições volumétricas, mas em aplicações de gás e vapor, ele é capaz de medir vazão de massa.



Para isso, é necessário um sensor de temperatura, além de um transmissor de pressão em certas aplicações. Todas informações são enviadas para a eletrônica, onde são feitos os cálculos necessários

Por conta do seu princípio de medição, os medidores de vazão tipo vortex não medem a partir de zero. É necessário um número de Reynolds específico para que sejam criados os vórtices para que a medição de vazão seja realizada.

Eles também requerem trecho reto na montante e jusante, além disso, em 70% das aplicações requerem redução do diâmetro da tubulação ou medidor com diâmetro reduzido.

Sua precisão é variada, existem medidores que oferecem precisão de +/-0.75%, 1% etc. Além de criar um queda de pressão no processo.

Medidor de vazão ultrassônico

Este medidores são aplicados em líquidos no geral, utilizando o princípio por tempo de trânsito ou efeito doppler. Sua instalação pode ser realizada em linha ou do lado de fora da tubulação (Clamp-on).

O medidor de vazão ultrassônico é um boa solução para líquidos não condutivos, e uma excelente ferramenta de verificação portátil de outros medidores de vazão.

As opções em linha oferecem uma precisão de +/-0.3 ou 0.5%, já os tipos clamp-on tem um erro de +/-2%. A precisão do clamp-on não possibilita a calibração de outros medidores com melhor precisão, mas você ainda pode fazer verificações.

Como quase todos medidores, você precisa ter o trecho reto adequado para a aplicação dos medidores de vazão ultrassônicos.

Além do mais, os medidores por tempo de trânsito não funcionam muito bem em líquidos com partículas com determinadas dimensões.

Medidor de vazão termal

Normalmente utilizado para medição de ar comprimido, o medidor de vazão termal também pode ser utilizado para medição de alguns gases ou líquidos (Modelo específico para líquidos).

Sua instalação pode ser flangeada ou por inserção, isso vai depender do modelo do medidor. Um dos principais inimigos desse medidor é a umidades, afetando a medição quando instalado em ar comprimido ou outros gases.

Como era de se esperar, é necessário o trecho reto para um funcionamento adequado e sua precisão padrão varia de +/- 0.5 a 2%.

No geral, os medidores de vazão termais oferecem fácil instalação e configuração, mas sua implementação deve ser feita obedecendo as limitações do princípio.



Medidor de vazão por pressão diferencial

Com certeza o medidor de vazão por pressão diferencial ainda é o queridinho da galera de automação no geral.

Mesmo havendo várias tecnologias bem melhores no mercado, a familiaridade do princípio faz sua aplicação ainda ser bastante popular.

O medidor de vazão por pressão diferencial pode medir vazão de líquidos, utilizando diferentes elementos primários, como placa de orifício, bocal, pitot, etc.

Já os medidores multivariáveis fazem a medição de pressão estática, por diferencial e por temperatura, podendo medir vazão de massa em aplicações com gases e vapor.

Para este tipo de medidor, também é necessário o trecho reto na montante e jusante. Mesmo assim, dependendo do elemento primário, o medidor terá uma queda de pressão considerável.

Sua principal desvantagem está ligada ao fato de que ele não mede vazão diretamente, mas sim indiretamente. Além disso, a estrutura física é necessária para algumas aplicações, ja que nesta aplicação temos um cenário onde o medidor não é montado integralmente com o elemento primário.

Medidores de vazão mecânicos

Há vários tipos de medidores mecânicos no mercado, como o medidor do tipo turbina, de deslocamento positivo, entre outros.

Eu particularmente não sou fã desses tipos de medidores, mas pelo custo X benefício e precisão, alguns deles ainda são bastante aplicados em diversos processos.

No entanto, hoje existem medidores digitais que oferecem melhor desempenho, precisão, nāo possuem partes móveis, etc.

Medidor de vazão tipo Coriolis

Sem dúvida este é o rei dos medidores de vazão! Além do seu custo mais elevado, trás a possibilidade de coletar diferentes tipos de informações do processo utilizando apenas um medidor.

Os medidores de vazão Coriolis fazem medição de vazão de massa, volumétrica, de temperatura, de densidade e de concentração. Em modelos patenteados, você tem viscosidade como uma variável de processo.

Não é necessário trecho reto para instalação dos medidores de vazão Coriolis, mas existem algumas recomendações de instalação dependendo do processo para garantir uma performance adequada. Os medidores Coriolis podem fazer medição de diversos líquidos, gases e vapor.

Sua precisão de vazão e densidade é bem superior aos outros princípios de medição. No entanto, isto depende do correto dimensionado e aplicação, caso contrário o medidor não funcionará adequadamente.



O que aprendemos aqui? Existem diversos tipos de medidores no mercado, com pontos positivos e negativos, além de uma segmentação adequada atendendo a requisitos padrões em cada indústria.

Faça a escolha correta, baseada na melhor performance para sua aplicação – sem complicaçōes! 😉

Medidores de vazão
Medidores de vazão

Veja Livros e itens de automação na Amazon Brasil:

Mande sua história via redes sociais! As melhores serão transformadas em cartoon e publicadas aqui no Blog – citando seu nome, claro!  Que tal fazer parte do Automação & Cartoons? ? 

0 Comentários

Fabrício Andrade

Tenho 10 anos de experiência no mundo da Automação industrial, comecei minha carreira na JAT Instrumentação, depois trabalhei na Emerson Automation Solutions e Endress+Hauser. Tive a chance de implementar projetos, ministrar treinamentos e resolver problemas em diversas empresas no Brasil e Latina América. Hoje, moro e trabalho na Alemanha desenvolvendo uma plataforma digital para mundo da Automação industrial. Além disso, sou cartunista e baterista nas minhas horas de folga.

Resposta para seu comentário

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados!*