Solução para calibração de instrumentos de medição!

calibracao-de-instrumentos-de-medicao

Calibração de instrumentos

Uma das atividades mais realizadas para quem trabalha com instrumentos de medição é realizar a calibração periódica desses equipamentos.

Mesmo sendo uma atividade recorrente, ainda existem diversas dúvidas sobre calibração de instrumentos.



Alguns tópicos relacionados ao assunto trazem dúvidas, como: periodicidade das calibrações, diferença entre calibração e ajuste, entre outros pontos. 

Além disso, o procedimento de calibração varia dependendo do instrumento de medição, podendo ser mais simples ou extremamente complexo.

Hoje em dia, a calibração em campo tem se tornando uma alternativa rápida para que tenha os instrumentos operando no processo sem longas paradas. Assim que calibrado, o instrumento está pronto para voltar a operação – rápido e fácil.

Geralmente, durante uma parada programada, os instrumentos são enviados para calibração em laboratório. No entanto, podem acontecer atrasos ou um instrumento específico não pode esperar a parada programada para sua calibração.

Vamos abordar um pouco de cada tópico, tentando esclarecer cada conceito, definição e procedimentos adequados. Este artigo é uma abordagem inicial sobre o tópico calibração, pois falarei mais sobre o assunto em outras postagens. 😉

O que é calibração?

Usarei uma explicação mais simplificada e depois a definição do BIPM (International Bureau of Weights and Measures).

Podemos dizer que calibração é realizar a comparação dos valores de medição de um instrumento com erros conhecidos (Instrumento padrão) com um instrumento em teste.

Esta é uma definição simples sobre calibração de instrumentos, o BIPM trás uma definição um pouco mais complexa do assunto, segundo BIPM calibração é:

“Uma operação realizada em condições específicas que em uma primeira etapa, faz uma relação entre os valores quantitativos, com a incerteza de medição fornecida por padrões de medição e as indicações correspondentes com a incerteza de medição associadas ao instrumento calibrado. A segunda etapa, utiliza destas informações para estabelecer uma relação e obter um resultado de medição de uma indicação”

Esta  explicação é muito mais complexa, não? (rs)! Por isso gera muitas dúvidas nos profissionais por ai.

A calibração de instrumentos é realizada utilizando algumas ferramentas específicas e isso vai variar dependendo do instrumento e onde o procedimento é realizado.

Por exemplo, na calibração de instrumentos podemos utilizar: calibradores devidamente calibrados, instrumentos padrões ou bancadas de calibração.

Caso o instrumento esteja apresentando valores fora do limites recomendados, você deve realizar o ajuste do instrumento.

O ajuste irá acertar a curva de medição do instrumento, fazendo o instrumento ter um desempenho adequado para aplicação no processo, utilizando sempre como base o instrumento padrão.

Importância da calibração

Sim, você precisa realizar a calibração dos seus instrumentos. O motivo é bem simples e chama-se “Precisão da medição”!

Os instrumentos de medição estão instalados em diversos tipos de processo industriais. Estes instrumentos estão expostos a diversos condições como abrasão, vibração, choques mecânicos, ambientes agressivos, etc.



Esses fatores afetam o instrumento de medição, gerando uma degradação de curto ou longo prazo.

Tudo isso, afeta a precisão do instrumento, sendo necessário a calibração para verificação de sua precisão.

Além desses pontos, um instrumento com a precisão adequada afeta positivamente a qualidade do seu produto final, pois todas medições estão sendo feitas adequadamente.

Podemos citar algumas vantagens da calibração:

  • Redução da variação das especificações técnicas dos instrumentos
  • Garantir a rastreabilidades das medições realizadas
  • Realizar a manutenção preventiva do equipamento

Laboratório de calibração

É possível realizar a calibração em campo ou em laboratório de calibração.

Tradicionalmente, muitas empresas fazem seu planejamento de calibração e enviam os instrumentos a ser calibrados para laboratório de calibração.

Tais laboratórios oferecem um ambiente controlado e são muita das vezes acreditados pela CGCRE(RBC/INMETRO) seguindos as normas ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005.

Laboratórios acreditados seguem um padrão bem rígido para manter uma acreditação, oferecendo sempre um serviço dentro do melhores condições.

Outro ponto importante é que os profissionais que trabalham nos laboratórios são qualificados para realizar tais procedimentos e  tem paciência para isso (Rs) Brincadeira.

Ser paciente para realizar uma calibração bem feita é uma virtude que nem sempre é comentado! Fazer o procedimento seguir os passos adequados e tudo mais, certamente afetarão no resultado final da calibração.

Calibração de instrumentos em campo

Com certeza, você realiza ou já realizou calibração na sua empresa, certo? Eu falei anteriormente que esta é uma atividade padrão no dia a dia de quem trabalha com instrumentos de medição.

No entanto, quando existe uma parada de produção e o volume de instrumentos é muito alto. Usualmente é feito contratação de uma empresa para realizar a calibração de instrumentos de pressão, temperatura e vazão.

Sim, a calibração de vazão está se tornando cada vez mais frequente no campo.

Pequenas, médias e grandes empresas estão desenvolvendo bancadas de calibração móveis para que esse serviço seja feito no campo.

Tive oportunidade de ver algumas dessas calibrações de grande empresas e existe toda uma automação de alto nível para garantir uma calibração em campo, totalmente automatizada. Além disso, os padrões são instrumentos de alta precisão.

Por favor, não faça calibração de instrumentos em campo com medidores ultrassônicos do tipo clamp-on. O motivo é simples, tais instrumentos oferecem um erro de +- 2%, como ele vai calibrar um outro instrumento de erro +-0.05%? Não tem como, fuja disso!

Os instrumentos clamp-on são excelentes ferramentas de verificação, mas não de calibração de instrumentos! Estamos entendidos?

Quando realizar a calibração de instrumentos?

Uma pergunta bem pertinentes, pois essa é uma dúvida bem recorrente! Qual a frequência de calibração dos meus instrumentos de medição?



As normas não são claras em relação ao intervalo de calibração de instrumentos e o intervalo deve ser determinado dentro de alguns pontos, como:

  • Tipos de equipamento de medição
  • Recomendações dos fabricantes
  • Análise de tendência utilizando como base calibrações anteriores
  • Histórico do instrumento (Utilização e Manutenção)
  • Comparação com instrumentos similares
  • Exatidão na medição

Dependo dos resultados das calibrações realizadas, exatidão do equipamento em relação a aplicação, etc. É possível aumentar o intervalo entre as calibrações.

Quando tempos resultados não satisfatórios, equipamentos que requerem ajuste técnico, ou quando é utilizado métodos para corrigir algum erro do equipamento em campo.

Deve ser feito a redução do intervalo entre as calibrações do equipamento em questão.

O que é Calibração RBC?

A calibração RBC (Rede Brasileira de Calibração), também é conhecida como calibração acreditada e possui reconhecimento do INMETRO. Além disso, alguns orgãos internacionais também reconhecem a calibração RBC.

Para um fácil reconhecimento de quem pertence a Rede Brasileira de Calibração, os certificados tem um selo do INMETRO com número da acreditação do laboratório.

Calibração NBR ISO/IEC 17025

Por conta disso, não é necessário apresentar a rastreabilidade e nem os métodos de calibração de instrumentos. O INMETRO já fez todas verificações garantindo que laboratório está seguindo os padrões.

O certificado do instrumento é o mais importante para os auditores neste caso. Você não precisa guardar os padrões utilizados durante a calibração do instrumento.

O que é calibração rastreada?

Neste caso, temos uma situação oposta a calibração RBC.

Na calibração rastreada, você não tem o reconhecimento do INMETRO. Neste tipo de calibração são utilizados instrumentos padrões que foram previamente calibrados e tem certificado RBC.

Esta calibração tem seus métodos de calibração desenvolvimento pela empresa e não tem nenhum tipo de supervisão ou verificação vinda do INMETRO.

Por conta disso, deve-se apresentar a rastreabilidade da medição como também o método utilizado na calibração de instrumentos.

As empresas de serviço ou laboratórios que fizeram a calibração rastreada, são obrigados a fornecer tais informações para seus clientes.

Qual instrumento deve ser calibrado?

Existem diferente situações que a calibração de instrumentos de medição deve ser realizada.

Muitas pessoas pensam que só equipamento em operação deve ser calibrado depois um período de tempo, mas na realidade os instrumentos novos também devem e são calibrados.

Levantei alguns situações que devemos realizar a calibração sem ter dúvidas:

  • Quando você compra um novo instrumento de medição
  • Quando intervalo de calibração está para vencer
  • Depois que você faz o reparo de um instrumento de medição
  • Depois que algo acontece com instrumentos, como queda, choque mecânico, alta vibração, falha, etc
  • Quando existe dúvidas no funcionamento adequado do medidor
  • Entre outras situações.

Espero ter esclarecido algumas dúvidas sobre calibração. Está é uma base para entramos mais em detalhes em procedimentos de calibração.

Livros de calibração na Amazon Brasil:

Sistemas De Mediçao Erros E Calibraçao
Livro: Sistemas De Mediçao Erros E Calibraçao
Calibração de Instrumentos de Medição - Série Informações Tecnológicas
Livro: Calibração de Instrumentos de Medição – Série Informações Tecnológicas

 



Você tem alguma dúvida? Não esqueça de deixar seu comentário logo abaixo.

Mande sua história via redes sociais! As melhores serão transformadas em cartoon e publicadas aqui no Blog – citando seu nome, claro!  Que tal fazer parte do Automação & Cartoons? ? 

1 Comentários

Fabrício Andrade

Tenho 10 anos de experiência no mundo da Automação industrial, comecei minha carreira na JAT Instrumentação, depois trabalhei na Emerson Automation Solutions e Endress+Hauser. Tive a chance de implementar projetos, ministrar treinamentos e resolver problemas em diversas empresas no Brasil e Latina América. Hoje, moro e trabalho na Alemanha desenvolvendo uma plataforma digital para mundo da Automação industrial. Além disso, sou cartunista e baterista nas minhas horas de folga.

1 Comentários

  1. Armando filho
    Janeiro 6, 2018 em 12:49 am

    Pude acompanhar uma vez a calibração de campo de uns instrumentos de vazão. O procedimento é bem simples, com os técnicos treinados fazendo, pena que tem uma grande limitação nos diâmetros, certo?

Resposta para seu comentário

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados!*