Liga da justiça na instrumentação!

instrumentacao-industrial-automacao

Liga da justiça na instrumentação!

O filme Liga da Justiça já está nos cinemas brasileiros. Esse é aquele momento que os “DCnautas” mais esperavam, certo? Vamos ver se esse novo filme será sombrio como o Batman vs Superman, ou seguirá a fórmula Marvel de fazer filmes. O que acham?



Na área de instrumentação, podemos dizer que não é diferente. Sempre tem aquele caso complicado em que a liga da justiça precisa unir forças para solucionar o problema. Sabe quando aquele medidor de vazão para de funcionar e você já tentou todos resets possíveis?

Nesse momento, a liga da justiça se reúne! Vários técnicos e/ou engenheiros juntos tentando encontrar o problema do medidor e salvar a aplicação.

Quando isso acontece, lembramos da importância de se manter o monitoramento constante do instrumento para uma melhor análise do problema ou até mesmo para evitar uma baita dor de cabeça!

Ah, se você está procurando uma solução de baixo custo, ter aquele caderninho de anotação do instrumentista mais experiente vai te ajudar, e muito. No entanto, nem sempre essa é solução é a mais fácil (Rsrs). Acredite!

Monitorando sua instrumentação

Existem diferentes formas de se coletar os diagnósticos no campo – se a comunicação da instrumentação for apenas 4-20mA e os instrumentos HART.

Veja 3 formas de coletar os diagnóstico e configurar os instrumentos remotamente.

Trocando cartões do CLP

A primeira opção é estudar a troca dos cartões analógicos para cartões HART. Dessa forma, será possível coletar as informações de diagnósticos dos instrumentos no campo através do CLP.

O ponto negativo dessa opção é que você ficará refém da compatibilidade do software de configuração com o sistema de controle.

Nem sempre isso é possível e a única opção será o software do fabricante do CLP.

Multiplexadores

Outra opção no mercado é fazer a derivação do HART utilizando Multiplexadores entre o sistema de controle e a sua instrumentação.

Essa opção é um pouco ultrapassada, mas ainda continua bastante eficiente. Além disso, os diferentes softwares de configuração no mercado oferecerem compatibilidade com vários multiplexadores.

No entanto, o custo de implementação não é tão baixo quanto parece. Por isso,  é necessário analisar as demais opções para escolher a melhor opção (custo X benefício).

Adaptadores wireless

Uma opção mais atual é a implementação dos adaptadores wireless nos instrumentos. O adaptador wireless irá trabalhar como um configurador de campo, não atrapalhando a comunicação com sistemas de controle, sendo responsável apenas por derivar o sinal HART.

O custo de implementação pode ser mais baixo, no entanto, é necessário analisar o custo por ponto, pois nem sempre todas opções no mercado trarão o mesmo benefício de baixo custo, comparado com as opções anteriores – claro.

Eu costumava dizer, wireless é vida. E continuo afirmando – é VIDA!

Sua empresa tem alguma dessas soluções? Deixe seu comentário abaixo.

Instrumentação e controle
Quando aquele reset padrão não funciona como esperado!

Veja Livros e itens de automação na Amazon Brasil:

Mande sua história via redes sociais! As melhores serão transformadas em cartoon e publicadas aqui no Blog – citando seu nome, claro!  Que tal fazer parte do Automação & Cartoons? ? 

2 Comentários

Fabrício Andrade

Tenho 10 anos de experiência no mundo da Automação industrial, comecei minha carreira na JAT Instrumentação, depois trabalhei na Emerson Automation Solutions e Endress+Hauser. Tive a chance de implementar projetos, ministrar treinamentos e resolver problemas em diversas empresas no Brasil e Latina América. Hoje, moro e trabalho na Alemanha desenvolvendo uma plataforma digital para mundo da Automação industrial. Além disso, sou cartunista e baterista nas minhas horas de folga.

2 Comentários

  1. Renato Cândido Freitas Furtado
    novembro 16, 2017 em 12:01 pm

    Vamos Batizar os personagens da Liga da Justiça da Automação =) !!! Você já escolheu os nomes ?
    abraço!!

    • admin
      Anônimo
      novembro 16, 2017 em 12:53 pm

      Essa é uma boa ideia, ainda não pensei nos nomes! Mas agora tive a ideia de fazer uma votação por aqui, vou pensar em como fazer de forma eficiente.
      Grande abraço e obrigado.

Resposta para seu comentário

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados!*