Instalação correta do medidor de vazão

instalacao-correta-medidor-de-vazao

Instalação correta do medidor de vazão!

Por incrível que pareça, um dos principais problemas quando medidor de vazão não está funcionando é por conta da sua instalação incorreta.



Eu perdi a conta de quantas instalações erradas eu já vi na minha vida e muita das vezes o diagnóstico sempre era uma surpresa para o cliente.

Funcionamento do medidor de vazão

No geral, cada medidor de vazão tem um funcionamento diferente por conta do princípio de medição. No entanto, alguns deles ou a grande maioria tem características semelhantes, como os requerimentos de instalação.

Em muitas aplicações, essas características são deixadas de lado, afetando completamente a performance do medidor de vazão.

Você sabe o motivo pelo qual são requeridos alguns trechos retos antes e depois de um medidor de vazão? Não, bom é bem simples.

Basicamente, o trecho reto é responsável por dar tempo suficiente para que a vazão turbulenta se transforme em uma vazão laminar ou escoamento laminar. Bom, mas o que é uma vazão laminar e turbulenta?

  • Vazão ou escoamento laminar: É existem o mínimo de agitação nas várias camadas deste fluido enquanto escoa pela tubulação. Também é conhecido como regime laminar. Outra definição seria quando o vector velocidade (Lembra da aula de física, rs) é quase constante em cada parte do fluido.
  • Vazão ou escoamento turbulento: Basicamente é o oposto do regime laminar, certo? Isto quer dizer, que o movimento do fluido é caótico dentro da tubulação, e a partículas do fluído ficam variando apresentando trajetórias diferentes de instante a instante.

Como já comentado, os requisitos de instalação irá variar dependendo do tipo de medidor de vazão que estiver utilizando.

Pensando nisso, separei 5 tipos de medidores de vazão onde podemos falar um pouco sobre os requerimentos.

Medidor de vazão eletromagnético ou medidor de vazão magnético.

Um dos medidores de vazão mais aplicadas, por ai, certo? O medidor de vazão magnético, é um medidor volumétrico, que também pode ser utilizado para medição de vazão quando a densidade do fluido é informada.

Em aplicações especiais, o medidor recebe o valor de densidade constantemente de um densímetro. Podemos achar este tipo de aplicação em mineração, mais especificamente na parte de medição de polpa de minério.

Recomenda-se na instalação do medidor de vazão magnético o mínimo de 5 x o diâmetro na montante do medidor e 2 x o diâmetro na jusante em relação ao trecho reto.

No entanto, alguns fabricantes requerem 10 x na montante e 5 vezes na jusante.

Além disso, alguns fabricantes dizem que não é necessário trecho reto antes ou depois do medidor para funcionamento adequado.

Realmente, muitos fabricantes já tem esse discurso, no entanto, o erro do medidor é bem maior do que o dimensionado.

Normalmente, os medidores de vazão magnéticos são instalados em linhas, mas existem modelos de são instalados por inserção.

Você pode consultar a norma ISO 6817 em caso de dúvidas.

Medidor de vazão do tipo Vórtex

Um medidor de vazão cada vez mais utilizado por sua flexibilidade é o medidor de vazão do tipo vórtex. Este medidor pode ser aplicado para medição de líquidos, gases e medição de vapor.

O medidor do tipo Vórtex é um medidor volumétrico, no entanto, sua principal aplicação são em processos onde é necessário medição de massa ou medição mássica.

Para isso, o transmissor possui um computador de vazão, que coleta informação do sensor de vazão, sensor de temperatura e alguns casos de um transmissor de pressão.

Com estas informações, o medidor de vazão do tipo vórtex faz os cálculos necessários para fazer a medição de massa.



Dependendo da instalação o medidor de vazão Vórtex requerer diferente cenários para funcionamento adequado, vou colocar alguns cenários abaixo relacionado ao trecho reto.

  • Redução por um tamanho de diâmetro nominal: 15 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Curva simples de 90°: 20 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Curva dupla ( 2 x 90°, curvas opostas): 25 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Curva dupla 3D ( 2 x 90°, opostos): 40 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Peça em T: 20 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Expansão: 17 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Válvula de controle: 50 x DN Montante e 5 x DN Jusante
  • Etc

DN = Diâmetro nominal

Você pode consultar a norma ISO/TR 12764 caso tenha mais dúvidas.

Medidor de vazão por pressão diferencial

Diferente dos outros medidores de vazão, o medidor de vazão por pressão diferencial pode utilizar diferente tipos de elementos primários para medição de vazão.

Por exemplo, a placa de orifício que é um dos elementos primários mais comuns.

No entanto, você pode utilizar pitot, annubar, bocal, venturi, entre outros.

Cada elemento primário traz características diferentes, como requisitos de instalações específicos e o trecho reto também é uma destas características.

Vou utilizar como exemplo uma placa de orifício convencional e uma placa de orificio condicionadora.

O trecho reto requerido em uma placa de orifício depende da relação beta de toda a instalação e do tipo de componentes a montante na tubulação.

Em uma placa de orifício “padrão integral” com um lado de entrada a montante beta de 0,4. O trecho reto a montante pode variar até 20 diâmetros e 10 diâmetros a jusante.

Caso decida utilizar uma placa de orifício com condicionamento e um beta de 0.4, o trecho reto variam de 2-6 diâmetros.Você pode consultar a norma ISO 5167 se tiver dúvidas.

Medidor de vazão do tipo ultrassônico

Existem dois tipos de medidores de vazão ultrassônicos, o que funcionam com efeito Doppler e outros com tempo de trânsito.

A aplicação deste tipo de medidor é bem ampla, deste medição em processo em linha e fora, conhecidos como clamp-ons. Além de aplicações de custódia em indústrias de petróleo, como por exemplo em medição gás.

A instalação adequada do medidor seguindo trecho reto e todas outras solicitadas, minimiza os erros na medição. Normalmente, as recomendações irão ser diferentes dependendo do fabricante do instrumentos, mas normalmente as recomendações para aplicação em processo são:

  • Uma curva ou T:  5 x DN Montante e 3 x DN Jusante
  • Bomba: 15 x DN Montante e 3 x DN Jusante
  • Duas curvas em 90° fora do plano: 5 x DN Montante e 3 x DN Jusante
  • Válvula de controle: 10 x DN Montante e 3 x DN Jusante

Medidor de vazão Coriolis

Seguindo na contra-mão dos outros medidores citados aqui, o medidor de vazão Coriolis não requer trecho reto em sua instalação.

No entanto, existem outros requerimentos de instalação, caso você tenha bolhas de ar no produto, partículas, a medição seja de gás, ou medição de líquido.

Cada uma desses pontos tem solicitados específicas para uma melhor performance do medidor de vazão Coriolis

O dimensionamento incorreto.

Um exemplo disso, seria um medidor magnético para medição de água desmineralizada e como bem sabemos, essa aplicação não irá funcionar.

Ah, tem um problema clássico e ele acontece quando existe a necessidade de medir um novo ponto de vazão. O usuário visando resolver a aplicação de forma rápida, decide pegar um medidor do estoque.

No entanto, nem sempre esse medidor de vazão atenderá essa nova aplicação.

Cada medidor é dimensionado para uma aplicação específica.

Cartoon falando sobre a instalação correta do medidor de vazão

Ele traduz a surpresa do usuário em uma instalação que o medidor de vazão não está funcionando corretamente, mas quem está olhando de fora, consegue ver claramente os erros. Não temos para onde fugir, a maioria dos medidores exigem condições mínimas de instalação para seu funcionamento.

Caso você não siga as recomendações, duas coisas podem acontecer:

  1. O medidor pode apresentar um erro muito maior do que o especificado.
  2. O medidor nem vai se dar ao trabalho de funcionar, pois está fora das condições recomendadas.

Sempre siga as recomendações dos fabricantes, não tende “dar um jeitinho”.

Para finalizar, existem fabricantes com mensagens que tal medidor  – normalmente, magnético – não precisa de trecho reto e nem de tubulação completamente preenchida para funcionar. Bom, eu sempre recomendo ler aquelas letrinhas ilegíveis nos manuais técnicos.



Você irá se surpreender!

O medidor pode até funcionar, mas o erro apresentado não será o mesmo que em instalação onde recomendações mínimas são implementadas.

Você já viu algum erro de instalação? Deixe seu comentário

Mande sua história via redes sociais! As melhores serão transformadas em cartoon e publicadas aqui no Blog – citando seu nome, claro!  Que tal fazer parte do Automação & Cartoons?

1 Comentários

Fabrício Andrade

Tenho 10 anos de experiência no mundo da Automação industrial, comecei minha carreira na JAT Instrumentação, depois trabalhei na Emerson Automation Solutions e Endress+Hauser. Tive a chance de implementar projetos, ministrar treinamentos e resolver problemas em diversas empresas no Brasil e Latina América. Hoje, moro e trabalho na Alemanha desenvolvendo uma plataforma digital para mundo da Automação industrial. Além disso, sou cartunista e baterista nas minhas horas de folga.

1 Comentários

  1. Urai
    outubro 27, 2017 em 3:26 am

    Medidor instalado com fluxo descendo

Resposta para seu comentário

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados!*