A evolução do transmissor de pressão

evolucao-transmissor-de-pressao

A evolução do transmissor de pressão

Um dos principais equipamentos na automação industrial, afirmo isto, pois com o transmissor de pressão é possível fazer medição de nível, vazão e claro pressão.



Atualmente, novas tecnologias apareceram no mercado, fazendo com que os transmissores de pressão não sejam a melhor opção.

Assim como todo equipamento, o transmissor de pressão tem pontos positivos e negativos e as novas tecnologias de medição muita das vezes, oferecem mais pontos positivos do que negativos comparadas ao transmissor de pressão.

Mesmo assim, a utilização dos transmissores de pressão para vários tipos de aplicação continua sendo bem comum. Isso se deve a familiaridade com a tecnologia, pois com certeza, grande maioria dos técnicos e engenheiros tiveram maior contato com essa tecnologia do que outras.

No entanto, os transmissores estão em constante evolução e volta e meia temos uma nova tecnologia aplicada aos transmissores de pressão. Pensando nisso, decidi comentar um pouco sobre a tecnologia e também sobre os atuais manômetros wireless.

Instrumentos de medição de pressão

Existem diversas formas para fazer medição de pressão, desde um simples tubo em U, como um manômetro bourdon a transmissores digitais com diferentes tipos de sensores.

Além disso, existem diferentes tipos de pressões que podem ser medidas, como a pressão manométrica, pressão absoluta e diferencial de pressão.

Cada tipo de medição vai requerer um equipamento adequado para realizar de forma satisfatória tal medição.

Antes de explicar cada ponto, você sabe o que é pressão?

Bom, estou aqui para esclarecer isso também. A definição para pressão é uma força aplicada em uma área conhecida.

Por exemplo, você está exercendo uma força na tecla do seu teclado, que tem uma área conhecida, com isso é possível determinar a pressão aplicada neste cenário.

Agora que sabemos o que é pressão, qual diferença entre a pressão absoluta, da pressão manométrica e pressão diferencial? Simples, vamos lá:

  • Pressão Manométrica: Basicamente os equipamentos que medem pressão manométrica estão fazendo uma medição diferencial. Simples, a medição medida é relacionada com a pressão atmosférica, utilizando um respiro (vent) ou a entrada de baixa pressão do transmissor. Quando a pressão medida é maior que a pressão atmosférica, chamamos de pressão positiva, quando a pressão é menor, chamados de pressão negativa ou vácuo. A altitude, clima vão afetar a pressão atmosférica afetando diretamente sua medição.
  • Pressão Absoluta: O equipamento que faz medição de pressão absoluta, utiliza o vácuo como referência. Diferentemente dos equipamentos que fazem medição manométrica, o clima e altitude não vão afetar a medição neste equipamento, pois sua referência nunca mudará. Para sistemas fechados os medidores de pressão absoluta são opção ideal.
  • Pressão diferencial: Simples, um medidor de pressão que mede a diferença entre ponto A e B. Ou faz a medição diferencial utilizando entrada de pressão positiva e negativa. Sua aplicação é bem vasta, onde é necessário medir diferença entre dois pontos, como em medição de vazão no geral, medição de nível e medições de pressão (Medição em filtros por exemplo)

O que é um transmissor de pressão?

Os transmissores de pressão são responsáveis em fazer a medição de pressão e converter o sinal de pressão em um sinal de saída padronizado, dentro do que foi configurado anteriormente, como seu range de medição.

Transmissor de pressão 3-15 Psi

Inicialmente, temos os transmissores de pressão pneumáticos, onde o padrão de saída do sinal era o 3-15 Psi.

Neste tipo de transmissores, você fazia o ajuste de zero e span apenas. Eu apenas trabalhei com esse tipo de transmissor durante a escola técnica no SENAI de Santos, nunca encontrei um ainda em funcionamento no campo.



Transmissor de pressão 4-20 mA

Depois do 3-15 Psi, tivemos os primeiros transmissores analógicos onde a comunicação é feita com o padrão 4-20mA.

A maioria dos transmissores também faziam a configuração utilizando o ajuste de zero e span, mas alguns deles tinham ferramentas de configuração dedicadas.

Transmissor de pressão digital

O primeiro transmissor com protocolo de comunicação, foram os transmissores HART onde através do sinal analógico é possível ter uma comunicação digital.

Esse protocolo foi desenvolvido pela Rosemount Inc. que hoje é uma das marcas da Emerson Automation Solutions.

Após o protocolo HART, surgiu a necessidade de fazer transmissores 100% digitais, onde também seria gerado uma economia em instalação e coleta de informação.

Nesta época, tivemos o surgimento do protocolo FOUNDATION Fieldbus e o protocolo PROFIBUS. Ambos protocolos 100% digitais.

Transmissor de pressão wireless

Na era digital, surgiram os primeiros transmissores wireless com protocolo WirelessHART e algum tempo depois ISA100.

Além deste dois protocolos, existem empresas com protocolos proprietários para comunicação com seus próprios equipamentos.

A comunicação wireless está em constante evolução e desde a fabricação e venda do primeiro transmissor wirelessHART em 2008 pela empresa Emerson Automation Solutions.

A tecnologia wireless tem evoluído cada dia mais, hoje em dia tempo de vida de bateria não é mais um problemas e a tecnologia está começando a ser implementada em controle de processos.

Você tem vários exemplos da aplicação da tecnologia wireless em medição de vazão, nível, pressão, temperatura entre outras.

Aplicação do transmissor de pressão

Os transmissores de pressão são normalmente aplicados em para diferentes tipos de medição que tenha pressão como relação.

Por exemplo, os transmissores de pressão podem realizar medição de vazão quando aplicados juntamente de alguns elementos primários, como a placa de orifício, tubo de pitot, entre outros.

Uma outra aplicação é como transmissor de nível em tanque abertos e fechados, uma aplicação bem consolidada que hoje em dia é ameaçada pelos transmissor do tipo radar, laser, entre outros.

Ah, uma coisa que da pra fazer também é medição de pressão! Parece lógico, certo? (rs)

Medição de pressão e um caso em rede social!

Um caso interessante que aconteceu comigo em redes sociais foi quando questionei sobre um transmissor de pressão em uma foto.

Eu disse: Este transmissor de pressão está comunicando wireless?

O Autor prontamente respondeu, isto não é um transmissor de pressão, mas sim um transmissor de vazão integrado com elemento primário fazendo medição de pressão diferencial.

Eu pensei: Que? Isto não seria um transmissor de pressão diferencial?

Bom, no final ambos estavam certos.

O transmissor no final do dia é um transmissor de pressão, mas aplicado em vazão. Por conta disso, a denominação adequada é medidor de vazão, pois eles está sendo utilizado para medir vazão.

É preciso utilizar a denominação correta, pois a galera técnica vai te corrigir se não usar a palavra adequada (rs).

O que é um manômetro wireless?

O última novidade relacionada a medição de pressão, foi o novo manômetro wireless da Rosemount ou Emerson Automation Solutions.

No mercado, já tinhamos alguns manômetros digitais com digital, indicação local, comunicação Bluetooth e saída 4-20mA.

No entanto, o design de certa forma retro do manômetro wireless da Emerson chama bastante atenção.

O equipamento traz um indicação local tradicional, com ponteiro e tudo mais, mas seu funcionamento é completamente diferente.

Internamente, existem um sensor de pressão que faz a medição da pressão e depois atua em um pequeno motorzinho para mover o ponteiro local.

Isto faz com que a indicação seja menos variável do que os manômetros convencionais, além disso, o manômetro wireless comunica utilizando o protocolo wirelessHART.

Uma maneira de mais simples de implementar a tecnologia wireless em diversos segmentos, pois a familiaridade com a interface faz com que o wireless passe despercebido.

E você já viu esse manômetro wireless? Deixe sua opinião nos comentários

Até a próxima.

To de volta no rolé. Com carinho, Manômetro!
To de volta no rolé. Com carinho, Manômetro!

Deixe sua opinião! 



Mande sua história via redes sociais! As melhores serão transformadas em cartoon e publicadas aqui no Blog – citando seu nome, claro!  Que tal fazer parte do Automação & Cartoons? ? 

1 Comentários

Fabrício Andrade

Tenho 10 anos de experiência no mundo da Automação industrial, comecei minha carreira na JAT Instrumentação, depois trabalhei na Emerson Automation Solutions e Endress+Hauser. Tive a chance de implementar projetos, ministrar treinamentos e resolver problemas em diversas empresas no Brasil e Latina América. Hoje, moro e trabalho na Alemanha desenvolvendo uma plataforma digital para mundo da Automação industrial. Além disso, sou cartunista e baterista nas minhas horas de folga.

1 Comentários

  1. admin
    Anônimo
    novembro 9, 2017 em 11:19 pm

    Pra que não sabe a Emerson lançou um manômetro wireles! https://visaya.solutions/productreview/product-review-rosemount-wireless-pressure-gauge/

Resposta para seu comentário

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados!*